Como fazer a limpeza e manutenção da piscina corretamente?
Jardim

25 Fevereiro 2022

Como fazer a limpeza e manutenção da piscina corretamente?

Como fazer a limpeza e manutenção da piscina corretamente?
Antes de mais, uma manutenção correta da piscina, não só garante uma água limpa, como uma maior segurança para quem nela entra. 

Ao contrário do que a maioria pensa, a limpeza da piscina vai além da limpeza superficial com um apanha-folhas. Este processo deve ser tanto de limpeza deve ser tanto físico como químico.
Isto é, não só deve ter em conta a limpeza das impurezas e sujidades, como também o controlo do cloro, pH e da alcalinidade.

Porquê que é importante realizar uma limpeza correta da piscina?

Muitas pessoas questionam-se pelo porquê de ter de escovar e aspirar a piscina, se existem produtos químicos para a desinfetar. Na verdade, todos os produtos químicos que usamos na piscina para limpeza são para a água.
Por exemplo, se pensarmos quando tomamos banho e utilizamos shampoo. O shampoo não limpa a banheira em si. Aliás, se não limparmos a nossa banheira começamos a notar um crescimento de mofo nas juntas. 
O mesmo acontece com a piscina. Por mais pastilhas multiação ou pastilhas de cloro que usemos, a piscina nunca ficará completamente limpa. 

Os químicos não mantêm os resíduos sólidos fora da água e as paredes e piso limpos. Portanto, uma limpeza regular e correta da piscina é fundamental para que esta seja segura. 

Neste artigo, iremos enumerar todos os passos obrigatórios para uma piscina limpa e saudável.


Como limpar a piscina


1. Limpar o exterior

Primeiro, a limpeza da parte exterior da piscina é quase tão importante como a limpeza interna. Aqui estão incluídos toda a área envolvente da piscina, desde a borda ao pavimento.

Este tipo de limpeza é importante para garantir que a sujidade do exterior da piscina não seja arrastada para a água. Por exemplo, através do vento ou da nossa circulação no pavimento.

Nesta tarefa, o melhor a utilizar são os aspiradores de sólidos e líquidos ou um soprador. Deixamos-lhe alguns exemplos:


Soprador


Aspirador Sólidos



2. Monitorizar a bomba e limpar skimmer e filtros

Na segunda fase de limpeza da piscina estão os filtros e a bomba. Os filtros da piscina devem ser limpos pelo menos uma vez por mês.

Se por algum motivo o filtro não estiver a funcionar corretamente, a qualidade da água será prejudicada.

Desta forma, este é um passo fundamental na manutenção e limpeza da piscina.

Bombas e Filtros


3. Limpeza manual da sujidade à superfície

O terceiro passo da limpeza é a peneiração. Nesta fase deve recorrer a um apanha-folhas para facilitar a tarefa. Além disso, utilize um cabo telescópico para alcançar uma maior área da piscina. 

Deve recolher toda a sujidade como folhas, insetos e resíduos que estejam a boiar na superfície. 

Esta fase é importante para evitar que toda essa sujidade acabe no fundo da piscina, onde será mais difícil removê-la. 

Caso tenha árvores perto da piscina, aconselhamos a que as mantenha aparadas de forma a reduzir a quantidade de folhas que possam ir para a superfície. 

Apanha-Folhas

Conjunto de Limpeza




4. Limpeza do revestimento

Após uma correta limpeza da superfície da água, deve efetuar uma escovagem nas paredes e no chão da piscina. Esta é uma das formas de evitar o aparecimento de algas, fungos, bactérias e manchas no revestimento.

Deve não só escovar o revestimento da piscina, como também as escadas e outros acessórios que a mesma possa ter. A limpeza do revestimento da piscina deve ser realizada uma vez por semana. 

Realize a limpeza do interior com uma escova adequada para a piscina. Com a ajuda de um cabo telescópico, passe a escova pelas paredes da piscina, especialmente nas juntas.

Desta forma, irá evitar a formação de micro-organismos e facilitar a atuação do cloro com maior eficiência.

Escova de Piscina


5. Aspiração da piscina

O quinto passo numa limpeza correta da piscina é a aspiração. Nesta tarefa, existem duas opções que pode escolher:

  • O aspirador automático. Este tipo de aspirador realiza a limpeza sozinho. São os aspiradores mais práticos, mas mais dispendiosos;
  • Por outro lado, pode optar por uma opção mais económica: um aspirador manual. Este tipo de aspirador também é fácil de utilizar. Para isso, precisa de uma mangueira de jardim e de um cabo telescópico para facilitar a tarefa. 


Esta é uma tarefa que deve ser realizada com cuidado e com especial atenção. Isto é, qualquer movimento mais brusco pode levar a que o conjunto se solte e liberte o que já foi aspirado. 

Além disso, deve ter especial atenção a todos os cantos da piscina. Normalmente, é nestes locais que se acumula maior sujidade.

Por fim, quando terminar de aspirar a piscina, tenha cuidado a remover a mangueira de jardim. Muitas vezes, a sujidade fica retida no interior da mesma. 

Conjunto Aspirador Piscina


6. Tratamento químico da água 

Antes de mais, deve garantir que todos os passos que antecedem o tratamento químico foram realizados com sucesso. Caso contrário, esta tarefa não terá o efeito esperado. 

Por fim, no último passo, deve proceder ao tratamento químico da água. Neste passo faz parte o controlo do pH da piscina, o tratamento com cloro e o controlo da alcalinidade da água.


Primeiro, antes de realizar o tratamento, existem alguns parâmetros que deve saber:

pH: o valor do pH ideal deve ser de 7,2.
Se o pH estiver demasiado baixo, poderão ocorrer irritações na pxele, olhos, etc. O pH baixo também afeta a estrutura da piscina - alguns componentes metálicos começam a deteriorar-se.

Se o pH estiver demasiado alto, a água ficará turva e leva a um maior consumo de cloro. Por outro lado, o desinfetante perde o efeito e forma-se incrustações.


Elevador de pH

Redutor de pH


Cloro: Ainda que a água pareça limpa, muitas vezes, contém bactérias e vírus que podem transmitir doenças e infeções. O cloro é um excelente aliado nesta tarefa. Para assegurar uma boa desinfeção da água da piscina, o cloro deve situar-se entre os valores de 0,6 a 1,5 ppm. O consumo de cloro pode variar com diferentes fatores, como temperatura, poluição, etc. Assim, é importante proceder a uma análise regular, recorrendo a um kit de análise.  

 

Tratamento de Cloro Granulado


• Anti algas: As algas podem-se multiplicar de forma muito rápida na água da piscina, através dos agentes atmosféricos. Para evitar o aparecimento das mesmas, deve recorrer não só a um desinfetante como a um anti algas.

 

Anti Algas


Floculante: Este produto químico utilizado na limpeza e manutenção das piscinas tem como função reunir todas as partículas em suspensão. Desta forma, serão mais facilmente capturadas pelos filtros ou aspiração.


Floculante


Deve, sempre que for utilizar a piscina, medir o pH da água. Os estojos de medição de pH e cloro são ideais para o efeito. Fáceis de utilizar e económicos. 


Medidor de pH e Cloro


Se o pH estiver abaixo dos 7,2, adicione o elevador de pH. Caso esteja demasiado elevado, recorra a um redutor de pH.

Além do controlo do pH, deve realizar o controlo da alcalinidade da piscina. Esta medição deveria ser realizada no mínimo uma vez por mês. 


Por fim, para uma piscina ser saudável e ter a água cristalina, não só é necessário ter uma bomba e filtro adequado, como também cumprir com todos os processos de limpeza física e química. 

A manutenção e limpeza da piscina deve ser realizada de forma correta e consistente. E mais importante: a limpeza física nunca deve ser substituída pela utilização exagerada de produtos químicos. 



Deixe o seu comentário sobre este artigo

O formulário foi submetido com sucesso.
Campo de preenchimento obrigatório.
Campo de email inválido
Campo com limite máximo de caracteres
Este campo não coincide com o anterior
Campo com limite mínimo de caracteres
Ocorreu um erro na submissão, por favor reveja o formulário.

* Campos de preenchimento obrigatório.